O que é nanotecnologia e por que conhecê-la?

Tempo de leitura: 2 minutos

A nanotecnologia é uma ciência que estuda materiais em escala nanométrica. É por isso que quando falamos de nanopartículas estamos falando de partículas que são 10 milhões de vezes menores que 1 centímetro.  

A vantagem disso é que partículas com esse tamanho (incrivelmente pequeno) têm sua ação potencializada. Podemos associar isso com todas as notícias que envolvem nanotecnologia, onde sempre trazem uma inovação e benefícios associados a eficácia do produto.  

Mas calma, nem toda partícula, composta por qualquer elemento ou molécula, será milagrosa simplesmente porque após certos processos passou a ser nanométrica. Entender sobre isso sem dúvidas te fará uma pessoa mais consciente e crítica. 

Nanopartícula: definição e propriedades 

O termo “nanopartícula” é usado para partículas de dimensões entre 1-100 nm. Essas partículas com diâmetros tão pequenos acabam tendo propriedades físicas e químicas diferentes daquelas quando em seu estado brutos.  

A mudança de propriedades ocorre devido ao aumento na razão entre a área de superfície e o volume dessas partículas, que acarretam em uma elevada área superficial. Esse aumento na área superficial que auxilia no desempenho de processos catalíticos e de transferência de elétrons. 

Mas calma que não existe milagre! Essas propriedades são potencializadas apenas em espécies que já apresentam elas em seu estado de tamanho “normal”.  

Por exemplo, a prata é um metal que já apresenta normalmente propriedades antimicrobianas. Essa propriedade da prata já é conhecida e utilizada por diferentes povos a milhares de anos! Mas a questão é que tornar a prata em nanoprata significa aumentar seu efeito antimicrobiano

O que a S3nano faz? 

A S3nano é uma empresa de aditivos nanotecnológicos. Um dos nossos produtos é o aditivo antimicrobiano composto por nanoprata estabilizada, que tem eficácia comprovada pelas principais normas de referência antiviral e antimicrobiana (ISO 18184, ISO 21702 e JIS Z 2801 ).   

Esse aditivo é capaz de tornar materiais de diversos tipos, como têxteis, tintas, cerâmicas e polímeros, em materiais antimicrobianos!  

Ou seja, um material convencional pode se tornar em um material inteligente capaz de inativar bactérias, fungos e até mesmo vírus. Com isso, o produto adquire um valor agregado muito maior, pois a modificação aumenta sua durabilidade e aumenta a segurança do usuário ao impedir a proliferação de microrganismos causadores de doenças. 

Para saber mais sobre nossas soluções e como ela pode ser aplicada em seu produto, entre em contato com nossa equipe técnica. Estamos à disposição para esclarecer qualquer dúvida. 

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

EnglishPortugueseSpanish

Receba nossos materiais exclusivos em seu e-mail