Em quanto tempo os microrganismos são eliminados?

Tempo de leitura: 3 minutos

A resposta é: depende! Estamos continuamente preocupados com a limpeza e sanitização de ambientes. Mas, as vezes, simplesmente “passar um paninho” não é o suficiente. Dependendo do composto utilizado para desinfecção, o tempo de ação para que ele exerça as suas propriedades antimicrobianas pode variar! Vamos descobrir mais sobre isso?

Os milhares de microrganismos

Você já se perguntou quantos microrganismos existem no nosso planeta? Estudos estimam que, somente no seu corpo e na superfície da sua pele, há cerca de 10 mil espécies diferentes.[1] Além disso, utensílios usados diariamente, como panos de prato ou tábuas de carne, podem esconder milhares de bactérias. Uma esponja de lavar louça, por exemplo, possui cerca de 1,322 milhões de bactérias e 440 fungos.

imagem contendo esponjas de loucas, em fundo rosa, que podem estar abrigando milhares de microrganismos.
Esponjas de lavar louça podem esconder milhares de bactérias.

Entre esses milhares de microrganismos que podem habitar a sua casa, alguns merecem atenção especial. De acordo com um estudo realizado pela Global Hygiene Council, GHC, bactérias como Escherichia coli, Salmonella Senftenberg e Staphylococcus aureus, responsáveis por causar diversas intoxicações alimentares e infecções, podem sobreviver sobre objetos e superfícies por até 48h[2]. Já o SARS-Cov-2, vírus causador da COVID-19, pode permanecer vivo por até 3 dias, quando alojado sobre plásticos ou inox.[3]

O uso de saneantes para limpeza

Por esses motivos que a limpeza e higienização devem ser levados a sério! Os aliados mais comuns nessa tarefa são os saneantes, disponíveis no mercado com uma variedade de formulações. Entre os mais usuais, pode-se citar aqueles baseados em compostos quaternários de amônio, álcool etílico e hipoclorito de sódio.

Entretanto, para uma atuação efetiva no combate a microrganismos, ações comuns do cotidiano, como borrifar o saneante pelas superfícies e “passar um paninho”, não são o suficiente. Isso ocorre porque a maioria dos produtos disponíveis no mercado demoram algum tempo para efetivar a sua ação antimicrobiana. Confira os dados abaixo!

Princípio ativo do saneanteTempo de contato para ação antimicrobiana
Compostos quaternários de amônio10 a 15 minutos
Álcool etílico 70%30 minutos
Hipoclorito de sódio30 minutos
Tempo de contanto para ação antimicrobiana de diferentes saneantes. [4,5,6]

Soluções Nanotecnológicas

As nanopartículas de prata surgem como uma solução nanotecnológica, agindo rapidamente no combate a microrganismos. Na atuação contra bactérias, a nanoprata é capaz de reduzir em 88% a presença de Escherichia coli em uma superfície após 5 minutos de contato, atingindo 100% de eliminação em menos de 10 minutos.[5] Já no caso dos vírus, estudos apontam que mais de 99% da carga viral da COVID-19 pode ser inativada em apenas 2 minutos![6]

Essa eficiência é ainda mais vantajosa devido a possibilidade de aditivar diversos materiais, conferindo uma propriedade antimicrobiana e antiviral às superfícies e objetos. Dessa forma, o combate a microrganismos é contínuo e permanente, impedindo que bactérias e vírus sobrevivam em contato com as superfícies aditivadas.

As soluções da S³nano foram especialmente desenvolvidas para facilitar a incorporação da nossa tecnologia em diversos produtos diretamente durante a fabricação destes na indústria. Dessa forma, as nanopartículas fazem parte da estrutura do material e não sofrem desgastes com o uso ou perdas durante as lavagens, conferindo uma proteção permanente durante toda a vida útil do produto.

Antimicrobianos de efeito imediato

Além de ser permanente, essa tecnologia antimicrobiana começa a funcionar assim que o microrganismo entra em contato com a superfície do material, sem a necessidade de nenhum outro produto ou ação humana para sua “ativação”. Esse “escudo de proteção” impede a sobrevivência e proliferação dos microrganismos nas superfícies, mantendo-as mais limpas e higiênicas.

Apesar de não substituir a necessidade de limpeza e desinfecção regular das superfícies, a tecnologia dos antimicrobianos a base de prata possibilita um combate mais efetivo a microrganismos que degradam os produtos e transmitem doenças, por essa razão, diversos consumidores dão preferência a produtos aditivados com essa tecnologia.

Para saber mais sobre esse assunto e descobrir como incorporar os aditivos da S3nano em seus produtos, tornando-os um diferencial no mercado, entre em contato com a nossa equipe de especialistas!

1 NIH HUMAN MICROBIOME. A review of 10 years of human microbiome research activities at the US National Institutes of Health, Fiscal Years 2007-2016Microbiome, [S.L.], v. 7, n. 1, 26 fev. 2019. Springer Science and Business Media LLC.
2 Global Hygiene Council. Bacterial survival study: Longevity of survival. 2011.
3 VAN DOREMALEN, Neeltje et al. Aerosol and Surface Stability of SARS-CoV-2 as Compared with SARS-CoV-1. New England Journal Of Medicine, [S.L.], v. 382, n. 16, p. 1564-1567, 16 abr. 2020. Massachusetts Medical Society. http://dx.doi.org/10.1056/nejmc2004973.
4 AGÊNCIA NACIONAL DE VIGILÂNCIA SANITÁRIA. SEI/ANVISA – 1003280. 2020.

5 PINTO, Marcelo Páscoa. Avaliação da eficácia de dois protocolos de higienização em áreas de produção de alimentos de um supermercado. 2006. 141 f. Dissertação (Mestrado) – Curso de Agronomia, Universidade Federal do Rio Grande do Sul, Porto Alegre, 2006.
6 Assis, M. et al. Nanomaterials 2021, 11, 638. doi.org/10.3390/nano11030638

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

EnglishPortugueseSpanish

Receba nossos materiais exclusivos em seu e-mail