Nanoencapsulados para a indústria têxtil

Tempo de leitura: 3 minutos

Recentemente, nós comentamos sobre de ativos nanoencapsulados para cosméticos. Mostramos os inúmeros benefícios e possibilidades que essa tecnologia proporciona para o setor. Você pode consultar o texto na íntegra aqui! Mas, será que essa inovação está restrita somente aos cosméticos? Confira!

O setor têxtil tem grande relevância na economia brasileira. De acordo com a Associação da Indústria Têxtil e da Confecção (ABIT), 16,7% dos empregos no Brasil são relacionados ao setor. Além disso, atualmente, somos a maior cadeia têxtil completa do Ocidente, englobando desde a produção das fibras até a alta costura.[1]

Mas, engana-se quem acredita que esse segmento está restrito somente a uma simples roupa de cama ou vestuário. Assim como nos cosméticos, a nanotecnologia atua na indústria têxtil como uma forma de trazer inovações ao processo de produção tradicional. Assim, os têxteis ganham funcionalidades que vão além da moda e estética, podendo atribuir benefícios ao cotidiano do consumidor.

Ativos nanoencapsulados e a indústria têxtil

A nova realidade da indústria, com a incorporação de ativos nanoestruturados, permite que os tecidos inteligentes alcancem um novo patamar. Nós já comentamos sobre as possibilidades que a nanotecnologia abrange, atuando desde antimicrobianos até aditivo anti-UV e antiodor.  Agora, podemos ir além!

Que tal tecidos com cápsulas de óleos essenciais incorporadas? Em um primeiro momento, pode parecer uma proposta estranha. Mas, vamos olhar para os detalhes!  Alguns óleos essenciais como, por exemplo, aqueles extraídos de lavanda, são conhecidos por suas propriedades calmantes.

Quando submetidos ao processo de nanoencapsulamento, tais ativos podem ser incorporados em materiais têxteis via spray. Dessa forma, ao usar as roupas e tecidos, essas cápsulas interagem com a pele do usuário, promovendo ação cosmética, por exemplo.

Nanoencapsulados para cosmetotêxteis

Como o próprio nome sugere, os cosmetotêxteis combinam os benefícios cosméticos com as funcionalidades dos têxteis. Assim, cria-se uma forma única de aplicar substâncias cosméticas. Por exemplo, luvas com capacidade de hidratar as suas mãos durante o uso. Seria incrível, não é mesmo?

Não é atoa que os cosmetotêxteis caracterizam uma das tecnologias mais promissoras para o setor. Afinal, a presença de ativos nanoencapsulados cosméticos nos têxteis abre inúmeras possibilidades:

  • Tecidos hidratantes e calmantes;
  • Roupas com ativos com propriedades lipolíticas que combatem estrias e celulites;
  • Tecidos que estimulam a microcirculação sanguínea;
  • Têxteis com propriedades analgésicas e anti-inflamatórias;
  • E muito mais!

Têxteis com ação repelente

Os tecidos inteligentes com ativos nanoencapsulados podem atuar também no âmbito da saúde. Atualmente, sabemos que a dengue, bem como as demais doenças transmitidas pelo Aedes aegypti são uma preocupação. Seja para gestantes, crianças ou adultos, todos procuram a melhor forma de se proteger contra os mosquitos!

Um dos repelentes naturais mais difundidos na atualidade é o óleo neem. Com eficácia comprovada contra diferentes espécies de mosquitos, este ativo pode ser aplicados no têxtil através de nanocápsulas com liberação prolongada do ativo.[2,3,4] Assim, é possível utilziar calças e camiseta, por exemplo, que impeçam a aproximação dos mosquitos.[5]

Referências

[1] ASSOCIAÇÃO BRASILEIRA DE TEXTIL E CONFECÇÃO. Perfil do Setor. 2019. Disponível em: . Acesso em: 04 ago. 2022.
[2] OLIVEIRA, Daniel Augusto Barra de. USO DO NEEM E SEUS COMPONENTES MOLECULARES NO CONTROLE DO MOSQUITO AEDES AEGYPTI. Revista Científica do Itpac, Araguaína, v. 2, n. 8, p. 1-5, ago. 2005.
[3] SILAPANUNTAKUL, Suthep et al. EFFICACY OF THAI NEEM OIL AGAINST AEDES AEGYPTI (L.) LARVAE. Southeast Asian J Trop Med Public Health. Tailandia, p. 410-420. maio 2016.
[4] MUKESH, Y. Studies on repellent activity of seed oils alone and in combination on mosquito, Aedes aegypti. Journal Of Environmental Biology. p. 912-917. set. 2014.
[5] CONGRESSO ONLINE DE ENGENHARIA DE MATERIAIS, 2021, Rio Grande. CARACTERIZAÇÃO DOS ÓLEOS DE NEEM (AZADIRACHTA INDICA A. JUSS) E CITRONELA (CYMBOPOGON WINTERIANUS JOWITT) PARA USO NA INDÚSTRIA TÊXTIL. Rio Grande do Norte: Eng Mat Con, 2021

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Receba nossos materiais exclusivos em seu e-mail